4 de jul de 2017

ESCONDIDO

às vezes
e por tantas
vezes
é preciso
se esconder
de nós
dos nossos medos
dos nossos desejos
da nossa vontade de querer
dos nossos sonhos
dos nossos demônios
ficar ali
camuflado
deixando que a vida
passe por nós
sem nos ver
sem nos tocar
às vezes
é preciso
mudar de face
mudar de vida
se calar
ficar ali
entre os cacos quebrados
sem gritos
em silêncio
às vezes
tantas vezes
é preciso mentir
mentiras que não são nossas
e fingir
sempre
que está tudo bem
para que assim
o mundo nos deixe em paz