14 de jun de 2017

NOITE DE INSÔNIA

sonhei
você
numa noite
de insônia

não eras
mais
a mesma

estava
sem mãos
sem face
sem espinhos

sonhei
você
nem destes meus instantes
de insanidade

não eras
a mesma
e nem eu
como antes

eras um rabisco
num papel amassado
e eu cinza
deste mesmo papel queimado

espalhado
pelo vento
de uma noite
de insônia
em que sonhei
você