9 de jun de 2017

MENTIRAS INVENTADAS


enfim
deixei
que morresse
em mim

nada
teu
é mais meu

nada
na verdade
nunca foi

e o que era
meu
e eu insistia
em compartilhar
com o vazio
que havia

passos
em descompassos

egos
que brigavam
entre si

poesias
mortas
no papel em branco

nada nunca
foi de verdade
e eu
insisti
nas mentiras
que inventei