5 de jun de 2017

ESPERA

me
espere

deixa
aberta
tuas pernas
tuas portas
janelas

deixa
acesso
o abajour
e aberto
teu perfume

me espere
com a cama bagunçada
e com a alma acessa

vou logar
chegar
pra beijar tua boca
rasgar tua roupa
arranhar tua pele

e te amar
sem pressa
na imensidão
intocável deste nosso amor
profano