6 de jun de 2017

EGO

é
está
tua maldita
vaidade
que não me deixa
ir

é
este teu orgulho
que me prende
nestes teus braços
de abraços
vazios

esta
tua negação
de vazio
este teu sorriso
e este teu ego

me queres
perto
sem me querer

e eu
escravo
deste sentir
livre
não consigo partir
e consumo
deste teu sentir