"Se procura prazer, poderá encontrar aqui as suas mais diversas formas. Há quem procure palavras, há quem procure belas imagens, há os curiosos, os que admiram minha maneira de escrever. Uns julgam erótico. Outros julgam ser sensual e uns apenas lêem as palavras aqui escritas. Isso é algo que não cabe a mim julgar. Sei das minhas intenções... Sei do meu amor pela poesia... Sei da minha infinita sede de escrever..."
SEJA BEM VINDO - 9 ANOS DE POESIA! ! !

FÃS DE CARTEIRINHA

6 de jun de 2017

AO VENTO

vai
sopra-me
de vez
ao vento

não nasci
para ficar
agarrado
a mãos
que não me querem

não consigo
viver
em desarmonia

vai
me liberta
destas tuas correntes

deixa
que minhas visceras
apodreçam
ao léo

não nasci
para o desamor
para o desafeto
para o beijo sem gosto
para o abraço sem calor

vai
sopra-me ao vento