19 de mai de 2017

ESCREVENDO

escrevo
por escrever

para me esvaziar
para que nenhum fantasma cresça
para que nenhum amor floresça

deixo
o sangue escorrer

esvazio-me
por completo

assim
tudo morre
antes de nascer
e eu sobrevivo como sempre