18 de mai de 2017

DEIXA-ME

deixa-me
apenas
ficar na tua ausência

deixa-me
beber-te
nas minhas angústias

deixa-me
morto
nas horas passadas

deixa-me
nas tuas pegadas
em cada lágrima
que não mais ira cair