11 de fev de 2017

PROTAGONISTA

és
agora
a protagonista
de minha loucura
de meus desejos
enfim
descubro
uma alma nua
enfim
posso dedilhar
palavras
desconexas
nada sei
de ti
o que sei
basta-me
para andar
por entre
entre minhas noites
de agonia
e beber-te
em cada cálice

és
agora
minha sombra
meu espectro

alma nua
mulher
sem máscara
sem medo
por onde andastes
todo este tempo
além dos meus sonhos

porque
ficaste tanto tempo
calada
enquanto minha alma
gritava
sem saber teu nome

és
a protagonista
dos meus delírios
da minha loucura
do meu desejo