13 de jan de 2017

POR TUA RUA

passarei
por tua rua
sem pressa

ficarei
ali
à sombra
de uma árvore
até que me vejas

não
esperarei
de vós
qualquer sorriso
nem aceno
e nem afeto

ficarei
alí
até que tudo
se esvaia
e nada sobre
de nós

não quero nada
apenas
olhar-te-ei
sem pressa alguma
depois
partirei
deixando
no vento
palavras que nunca mais
direi