21 de dez de 2016

DEIXA



deixa
não procuro mais nada
nem sorte
nem remédio
nem um pouco de luz
nem um pouco de ninguém
me resguardo
fico
e faço
exatamente
o que me cabe
o que tenho que fazer
se amanhã
vier
que venha
já não me antecipo mais
as derrotas
nem luto mais antes das glórias
permaneço
consumido
por tudo que penso.