16 de nov de 2016

SILVANA CARVALHO

mergulhe
neste
oceano
que é a poesia

fique
por instante
à deriva
faça
o corpo
boiar
deixe-se
levar
pela correnteza
mergulhe
no prazer
de ser poesia
sinta
a liberdade
e imensidão de ser
seja
o mar
o amar
sinta-se poesia
não resista
nem persista
apenas sinta
o doce transformar
deixe-se
levar