"Se procura prazer, poderá encontrar aqui as suas mais diversas formas. Há quem procure palavras, há quem procure belas imagens, há os curiosos, os que admiram minha maneira de escrever. Uns julgam erótico. Outros julgam ser sensual e uns apenas lêem as palavras aqui escritas. Isso é algo que não cabe a mim julgar. Sei das minhas intenções... Sei do meu amor pela poesia... Sei da minha infinita sede de escrever..."
SEJA BEM VINDO - 9 ANOS DE POESIA! ! !

FÃS DE CARTEIRINHA

14 de nov de 2016

ROSA ALVES

derrepente
estamos
ali
naquela
mesma
encruzilhada

sem rumo
sem saber
que direção tomar
sem abraço
sem afeto
sozinho
derrepente
as flores
despetaladas
as pedras
machucando os pés
e o vento
cegando os olhos
derrepente
novos caminhos
e o velho
do que é novo
palavras
encarceradas
desafeto
desconforto
sozinho
sem abraço
sem consolo