2 de nov de 2016

MARTHA ALMEIDA

sou
eu
que me vou
me deleitar
sem suas palavras

sou
eu
agora
que irei
voar
pela imensidão
do teu eu
sem medo
de cair
sem medo
de me perder
em sonhos
vou
deixar
que as palavras
me consumam
para que tudo
seja real
para que nada se perca
sou eu
agora
que fico
na espreita deste sentir