8 de nov de 2016

MARIANA DUARTE

sempre
fui
intenso
demais

sempre
amei
demais
sempre
me dei demais
chorei demais
sofri demais
sempre fui
assim
hoje
continuo
assim
quieto demais
fechado demais
introspectivo
deixei
de lado
as paixões
perdidas
e amei de uma vez
todo o amor
que eu tinha