16 de nov de 2016

MARIA RITA

o
gosto
da saudade
bate
em minha porta

o mundo
perdeu
o romantismo
perdeu
a fragrância
a essência
o
gosto
da saudade
me acompanha
quando
escrevo
poesias
nos meus velhos
blocos de papel
já não
somos como
antes
o perfume
da vida arde
perdeu aquele encanto
e agora
vivo o gosto
da saudade