25 de nov de 2016

LEILA MARA RODRIGUES

deixo
que a poesia
te encontre
deixo-a
em papéis
em branco
para que
depois
tu possas decifrá-las
num noite qualquer
deixo
sussurros
entre todas as
palavras escondidas
para que
no silêncio
da noite
elas possam te acordar
nada
além de poesia
palavras
e sussurros
para
que os elos
invisíveis não se quebrem