14 de nov de 2016

ISADORA VIANA PONTES

não sei
desenhar
não sou bom
em nada

minhas
expectivas
sem perderam
os sonhos
evaporam
ficou
a poesia
não sei
dançar
nunca ganhei medalhas
sei
apenas
desbastar
as palavras
que ainda
saem tímidas
procurando
corações
onde possam
se alojar
não sei nada
não sou bom em nada
mas arrisco
esse jogo
bom de palavras