18 de nov de 2016

GIANE OBERLING FERRER

eu
perdi
o fio
que me guiava

os pássaros
comeram
minha migalhas
aquele
vento
já não sopra
aquele
amor
de todos os dias
já não tem volta
olho
as esquinas
as ruas
as avenidas
cinzas
eu
perdi
o fio
que me guiava
não sei
mais
o que faço agora