19 de nov de 2016

ELY PALO

ontem
uma flor
estava
sozinha

na calçada
da vida
parecia
perdida
não chorava
e nem sorria
apenas
existia
ontem
vi um homem
caminhava
sem olhar nada
nada existia
a sua frente
tudo eram muros
pisou
na flor
sem querer
e seguiu
não viu que matou
e nem percebeu
que já morreu