13 de nov de 2016

DIANA NEVES

que
as mãos
não se separem
que
os olhos
não se percam
que as
vozes
não se calem
e que
amor
ah
o amor
o sentimento
dos sentidos
que amor
se eternize
em todos os momentos
para
que assim
a vida valha à pena

deste modo
a poesia
se fará
sem esforços
num arfar
que também nunca cessara