7 de nov de 2016

CREUZA FRANÇA

a poesia
se faz assim
num pensar
num carinho qualquer
de uma tarde
qualquer
de um dia
ou tarde
noite
madrugada

bastar
um leve
pensar
basta
um pequeno
sentir
e ai
se faz poesia
poesia
é um beijo
doce na face
são murmurios
de um tempo
que não passa
poesia
se faz assim
num pedaço de papel
num guardanapo
numa parede
no chão
nas areias do mar
na multidão de muitos
e na solidão de tantos