18 de nov de 2016

CICERA CANDIDO

quero
todo
amor
que eu puder
amar

ainda
que este
amor
não valha
à pena
amar
apenas
me basta
nas tardes
de sol
nos dias
de chuvas
na solidão
de dois mundos
quero
aquela paixão
de instantes
quero o mundo
todo amor
que eu puder
amar
mesmo
que não haja o amanhã...