18 de nov de 2016

CAROL FERREIRA

sou
uma ilha
cercada de mim
por todos os lados

sou
poesia
amor
e solidão
sou
um cálice de vinho
vinagre
sou
aquilo
que sinto
aquilo
que me cerca
todo
o amor
que sinto
sou
um existir
quase extinto
a ainda assim
vivo
cercado de mim
por todos os lados