25 de nov de 2016

ATÉ HOJE

até
hoje
não sei
se fui que escolhi
a poesia
ou se foi
a poesia
que me escolheu

sei
que agora
fundidos
somos
um

partes
de um todo

entre palavras
mal escritas
entre
verbos
e adjetivos

entre amores
sonhados
e paixões
exacerbadas

até hoje
não sei
quem escolheu quem

e agora
seguimos
rumo ao fim
de todos

na mesma lápide
estaremos
poeta
e poesia

fundidos
neste amor
que fez de nós
uma só vida