16 de nov de 2016

ANA CLAUDIA CASTELO BRANCO WANISTIN

eu te dou
minhas poesias
minhas palavras
sem rima
te dou
meus olhares
e minha atenção
ainda
que por segundos
ainda
que depois
nada reste
te deixo
poesia
é tudo o que há
em mim
meu ser
e meu pensar
meu querer
eu vou
e te deixo
pegadas apagadas
para que me perca
e nunca
mais me ache