8 de nov de 2016

ALE FERNANDES

eu sempre
fui meio
lagarta
meio borboleta

eu sempre
inventei
metamorfoses
me descobri
me reinventei
colori
e descolori
a alma
eu sempre fui
criança
sempre fui piada
sempre fui sem graça
queria
ser mágico
anarquista
rebelde sem causa
sem carteirinha
não fui
nada
virei poeta
sem rima e sem morada