10 de nov de 2016

ALANE CARLA

eu
andava
à noite
a esmo

ia
por entre
essas ruas
da cidade
pessoas
passavam
por mim
nenhum
olhar
me importava
eu queria
apenas
andar por ai
a noite
consumia
meus sonhos
eu andava
sem rumo
sem destino
sem papel
sem caneta
apenas comigo
apenas sem mim