10 de nov de 2016

AHTANGE FERREIRA

mais
um ano
se foi
mais
um ano
fiquei
esperando o ano acabar
para começar
a desistir
do que não esqueço
mais
um ano
passou
cigarros apagados
aquele gosto amargo
não fui capaz
de dizer adeus
fiquei ali
jogados as traças
mãos e pés
amarrados
mais um ano
e eu fiquei olhando
a vida
na janela embaçada
sem coragem
de dizer adeus
sem coragem para nada
menos um ano