10 de nov de 2016

ADRIANA VERPA

queria
sentir
mais
queria
poder amar
mais
amor sem limites
sem fronteiras
queria voar
sem essas asas
de loucura
queria
a consciência mais inerte
queria
as mãos menos
suadas
e mais
tempo
para que está
sobrevida
acabasse
queria
o sabor
doce da saliva
queria
tanto querer
e me sinto
assim
limitado
sem asas
e sem coragem
para me deixar
cair