8 de nov de 2016

ADRIANA SPLENDORE

não forço
deixo
que fluo
que sai

mais que inspiração
transpiração
ardor
calor
emoção
não forço
é como
respirar
como suspirar
diante
do que se conhece bem
e não se percebe
deixo
ir
olho
fecho os olhos
e deixo ir
o papel
se rascunha
a alma cheia de ternura
e palavras
cheia de sentir