8 de nov de 2016

ADRIANA RIBEIRO

não queria
pensar
não queria
que a vida
passasse assim
por mim

queria
deixar história
lembranças
saudades
não queria
saber
de amores que machucam
e paixões que matam
queria
amores
ainda que platônicos
suaves
e paixões
que nos elevassem
dia após dia
não gosto
de nada morno
gosto do ácido
do quente
do fica para sempre
dentro da gente