8 de nov de 2016

ADRIANA REIS

sinto
falta de sorrisos
de palavras
de verdades

sinto
falta
do olhar atento
da mão que acaricia
do abraço que esquenta
sinta
falta
dos boêmios
e das suas canções
tão cheia de amor
dos poetas
que tinham
em suas musas
o sentido da vida
sinto
falta
dos amigos
reunidos
para falar besteira
e jogar conversa fora
sinto
falta da vida
que havia
das flores
da magia