9 de nov de 2016

ADRIANA GOMES

tem dias
que eu
não quero nada
nem gostar
nem amar ninguém
tem dias
que eu só quero
ficar
trancado dentro de mim
sem música
sem melodia
eu
e minhas confusões
tem dia
que o gosto amargo
de viver
fica calado
na língua
nada
é capaz
de me tirar de onde estou
tem dias
que passam
feito temporal
arrastam tudo
e não deixam nada
tem dias
que simplesmente passam