9 de nov de 2016

ADRIANA BARBOSA

eu
vejo poesia
em tudo
no que é feio
no que é belo
no que transcende a alma
vejo
poesia na rosa
no espinho
no jardim
assim
sinto
a vida mais leve
a realidade menos amarga
vejo
tudo com mais graça
mais suavidade
ainda que depois
tudo se transforme
prefiro
ver
em tudo poesia
nada me agride
tudo em minha volta
se renova