1 de nov de 2016

ADELAIDE SAN

gosto
dos teus sentidos
sorriso
encanto
beleza que cativa

gosto
de imaginar
no vento
e nas poesias
que escrevo
um pouco
da essência
que há em ti
amiga
de tanto tempo
que às vezes
no silêncio
diz tudo aquilo
que quero ouvir
gosto
do gosto
da tua presença
da doce e meiga beleza
desse teu suspirar
que dá aos poetas
aos loucos
aos amantes
o simples desejos
de querer viver
e insano desejo
de querer amar