8 de nov de 2016

ABRISI LANZARINI

escrevo
escrevo
apenas o que sinto
sem aquele conotação
limitada de intimidade

para mim
basta
saber
que estão aqui
que fazem parte
de algo
escrevo
sem percepção
de tempo
espaço
e qualquer sentimento
que vaze pelos meus dedos
e artérias
escrevo
poesia
ou não
sem nada mais
apenas
aquilo que sinto
apenas
escrevo
aquilo que amo