22 de out de 2016

VAIS COMO AS FOLHAS SE VÃO

vais
como as folhas
que se vão
no outono

e não voltas
vês se te perdes
em meios
aos atalhos
do caminho

vês se não
deixas
pegadas
não deixes nada

vais
com as folhas
deste outono
que teu inverno matou

e fazes do teu jazigo
o tempo perdido
vais
como as folhas
que não voltam mais