25 de out de 2016

SEMPRE FUI

eu sou
os meus erros
o meu passado

eu sou
poesia mal escritas
e o vento
que soprou

eu sou
as paixões que senti
e os amores
que nunca amei

eu sou
a janela quebrada
a farpa
que nunca saiu
de minha mão

eu sou
os sonhos que sonhei
e a esperança
que perdi

eu sou
o agora
que não chega
e o instante que não passa