24 de out de 2016

PORO A PORO

e
assim
fui me desfazendo

poro
a poro

poeira
a poeira

sem efeitos
sem mais defeitos

e
assim
fui me espalhando
me dissolvendo

virando
parte
de um nada

virando mar
em um rio

dia de sol
em tempestade
poeira
poro a poro

sem vento
sem caminho
sem estrada

fragmentos
migalhas de mim