"Se procura prazer, poderá encontrar aqui as suas mais diversas formas. Há quem procure palavras, há quem procure belas imagens, há os curiosos, os que admiram minha maneira de escrever. Uns julgam erótico. Outros julgam ser sensual e uns apenas lêem as palavras aqui escritas. Isso é algo que não cabe a mim julgar. Sei das minhas intenções... Sei do meu amor pela poesia... Sei da minha infinita sede de escrever..."
SEJA BEM VINDO - 9 ANOS DE POESIA! ! !

FÃS DE CARTEIRINHA

24 de out de 2016

O QUE SOU

o que sou
sou
aquele
vaso quebrado

aquele
pedaço
de espelho

aquele
papel amassado

sou os restos
de um pão
mastigado
no dente sujo
e mal escovado

sou o barro
no canto da bota
as fezes
o orvalho
sobre ela

sou música
que não se canta
poema
que não se escreve

sou acaso
descaso
sou tudo
menos poeta

resto de comida
no prato vazio
bagaço

a estria
o incomodo
o pecado

sou a ausência
de mim
a falta de sol
o frio da escuridão

sou tudo
menos
poeta