22 de out de 2016

NUNCA SOUBE

nunca
soube
de verdade
quem eras tu
por trás de tua face

nunca soube
se batia
em teu peito
de verdade
um coração

se havia
sangue
em tuas veias

nunca
soube
quem eras
quando teu corpo
estava nu
a minha espera

teu sorriso
tuas verdades
em meio
as minhas tantas
interrogações