22 de out de 2016

MINHA ROSA

dou
a ti
a rosa
única
que cultivei
em meu jardim
de aparências

rosa
de cálida
fragrância

rosa
sem espinhos

dou
a ti
a rosa
que eras meu alento
nas tarde
frias do outono

rosa
de pétalas
aveludadas
de beleza impar

a única
do meu jardim
a única que me fazia
suspirar
de amor

e agora
te dou
minha rosa

sabendo
que iras morrer
em tuas mãos
e nelas restará
apenas
e tão somente meu coração