25 de out de 2016

ESPAÇOS VAZIOS

ocupei
em mim
todos
os espaços vazios

coloquei
cimento
barro
cinzas

tirei
as noites
mal dormidas
e os sonhos
que não desejava ter

abri
as janelas
descalcei meus pés
não olhei para trás

ocupei
em mim
todos
os espaços vazios

enchi
tudo
com romances inacabados
com livros que nunca li
e filmes de um passado presente