29 de jul de 2016

SOMBRAS

prefiro
as sombras
os pequenos
feixes de luz
sou efêmero

sou pássaro
vento
areia da praia

sou momento
pigarro
pirraça

sou meio criança
moleque arteiro
cheio de marra

sou fiasco
pedra imóvel
que não rola
que não diz nada
preso nas montanhas
de tudo o que sou