30 de jul de 2016

ME MATARAM AOS POUCOS

eu
era legal
sem medo
sem hipocrisia

brincava
com todos
ria
com frequência

me julgavam
pensavam
que eu estava bebado
drogado

e assim
foram me matando
aos poucos
com descaso
ferindo meus passos

assassinaram
meu
sorriso

eu era bem melhor
do sou
hoje
amanhã
e depois
e depois depois