28 de jul de 2016

DEIXE

deixe
caladas
minhas cicatrizes

deixe tudo
onde está

os olhos
no chão
as janelas e os vidros quebrados

deixe
meus vasos sem flores
e minhas veias
sem sangue

deixe
a bagunça
do lençol frio
e as paredes sujas

deixe
o corpo marcado
me deixe
onde estou
vivo no teu passado