25 de mar de 2016

É SÓ TEU CORPO QUE EU QUERO


devo
confessar-te
em silêncio
é só
teu corpo que eu quero
quero
teus seios fartos
tua boca
cor de rosa
teus abraços
quero
beijar
tua barriga
roçar
minha barba
em sua pele
te arranhar
de leve
quero teus pelos
teus lábios
teus coxas suadas
e todo néctar
que delas
escorrerem
devo
confessar-te
que foi
assim
desde que ti vi
desfilando por mim
eu te quis
te quis
rasgar as roupas
e cometer
em ti todos os pecados
te colocar
de lado
de quatro
e te fazer gozar
quero
dedilhar teus poros
beber dos teus lábios quentes
a saliva que escorre
quero
teus gemidos
teus sussurros
quero
só teu corpo
porque é só assim
que te desejo
sem amor
sem apego