4 de nov de 2015

VOA

mesmo
este
teu gostar
confuso
me faz bem
mesmo
quando
no silêncio
tenta
me sufucar
de saudade
e te fazer
querer
te quero
mesmo
que eu tente
te alcançar
nas tuas
montanhas
sem asas
pra voar
te acho
mesmo
que amanhã
nada
mais
de nós
exista
ficará
ainda em mim
tuas boas
sensações
e se quiser
depois
de tudo
voltar
voa
não estarei mais aqui
a te esperar