25 de nov de 2015

VIAJANDO

viajando
por estradas
ando
com os olhos
fechados
sigo
meus instintos
tantos
abismos
já cai
tantas pedras
tropecei
tantos ventos
já perdi
tantos rostos
esqueci
sigo por ai
viajando
nas minhas fantasias
rasgadas
puidas
sem barras
vou por ai
viajando por ai
sem mim